menu
Notícias

Sarandi - Câmara Municipal entrega Moção de Pesar aos familiares de Marione Peruzzo



Data de publicação: 21 de novembro de 2023
Hora: 11:00h
Créditos: Lori Vargas de Oliveira
Fonte: Câmara Municipal Sarandi/RS



Em sessão plenária na segunda-feira (20), a Câmara Municipal de Sarandi aprovou e entregou uma moção de pesar aos familiares de Marione Peruzzo, pelo seu falecimento ocorrido 02 de novembro de 2023.
 
A manifestação foi uma iniciativa dos onze vereadores que integram o Legislativo Sarandiense. Na moção, os vereadores ressaltaram o legado deixado por Marione, uma cidadã participativa na sociedade. Sensibilizados com a perda, registram os valores e o aprendizado que marcaram a trajetória de vida de Marione e suas participações marcantes na história de nosso município, concluindo com o reconhecimento e agradecimento.
 
A sessão da Câmara foi prestigiada com a presença de vários familiares e amigos de Marione Peruzzo. Após a leitura da moção, vereadores usaram a tribuna, lamentando a perda e deixando uma mensagem de conforto aos familiares e amigos. A família acompanhou os discursos e recebeu a moção diretamente do presidente da Casa Legislativa, Jairo Corso e demais vereadores.
 
A Moção de Pesar representou o reconhecimento do Poder Legislativo e da comunidade Sarandiense pelo legado deixado por Marione Peruzzo e também serviu para expressar nossa gratidão e solidariedade aos familiares e amigos neste momento difícil.
 
Moção de Pesar N.º 10/2023, manifesta solidariedade aos familiares de Marione Peruzzo, pelo seu falecimento ocorrido no dia 02 de novembro de 2023. Marione foi uma mulher proativa ao lado do ex-Prefeito Vlademir Peruzzo com quem esteve casada por 47 anos e deixou dois filhos Rafael e Rafaela. Cabe destacar que sua vida foi marcada por seu espírito solidário e altruísta, voltado a ajudar as pessoas em condições de vulnerabilidade social. Batalhadora na defesa dos interesses do município de Sarandi, quando, juntamente com seu esposo, pensaram e agiram incondicionalmente na defesa de um município próspero e pujante.
 
Sempre teve uma atitude autônoma e independente quando se tratava de proporcionar uma melhor qualidade de vida à população menos favorecida. Fizeram um belo trabalho e não podemos dissociar essas duas figuras e tanto é que, falam que Marione sempre ajudou e conviveu com o povo.
 
Sua vida profissional foi recheada de feitos e ações importantes, tanto educacional quanto social. Trabalhou em 1976 na UMIT (Unidade Móvel de Iniciação ao Trabalho), reportando-se a vários municípios da região. Atuou na LBA (Legião Brasileira de Assistência) e Creche Vó Adélia, participou ativamente do Lions Club, Cursílio de Cristandade e Comunidade Católica. A história de vida de Marione não acaba aqui, apenas fazendo menção aos seus feitos proativos alicerçados no bem comum, mas também, beira ao limite da doação, do perdão, do amor e da compreensão, ligada à maternidade.
 
Marione foi exemplo de generosidade e doação. Dotada de um enorme coração, dedicou sua vida à família e às pessoas que nela buscavam apoio afetivo ou material, deixou marcas indeléveis de sua personalidade e interação com o outro.
 
Sarandi perde uma grande mulher, porém a sua história jamais será perdida ou esquecida, permanecerá na memória dos que tiveram o privilégio de conhecê-la e/ou com ela conviver. Como diz Mário Quintana em seu poema Surpresas: “... Porque a morte não faz esquecer, mas faz tudo lembrar...”
 
Neste momento difícil, nossa comunidade se une em solidariedade para confortar a família e amigos que foram impactados por essa perda. Deixamos a cada familiar e amigo os nossos mais sinceros pesares, e esperamos que encontrem em Deus a força necessária para superar a dor da perda.






O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.