menu
Notícias

Coqueiros do Sul - Concurso Árvores Gigantes do Planalto Médio do RS coloca Município em destaque



Data de publicação: 25 de setembro de 2023
Hora: 08:00h
Créditos: Homero Guerra Neto
Fonte: Prefeitura de Coqueiros do Sul



A UPF, por intermédio do LAMVIS (Laboratório de Manejo da Vida Silvestre) e com o apoio de diversas entidades e prefeituras, promoveu, neste ano, a primeira etapa do Concurso " Árvores Gigantes do Planalto Médio". Neste ano, a espécie escolhida foi o pinheiro brasileiro (Araucaria angustifolia).
 
Símbolo da Mata Atlântica presente ainda em nossa região, estima-se que apenas 3% dos pinheiros originalmente encontrados por aqui permaneçam preservados.
 
O Concurso recebeu inscrições de Passo Fundo, Mato Castelhano, Carazinho, Palmeira das Missões, Tapera e Coqueiros do Sul.
 
Descobriu-se que os três maiores pinheiros ainda existentes no Planalto Médio estão na Fazenda Coqueiros, de propriedade de Félix Tubino Guerra e Vera Guerra Chaves Barcellos. A preservação e o cuidado com a natureza iniciaram ainda quando a propriedade estava sob a administração de Homero Guerra, pai de Félix e Vera Guerra.
 
A maior árvore tem circunferência de 5,67 metros. A segunda, tem circunferência de 5,55 metros e a terceira atingiu 5,1 9 metros de circunferência. Todas árvores premiadas estão a poucos quilômetros do perímetro urbano de Coqueiros do Sul. É possível que uma trilha ecológica seja iniciada para apresentar para os interessados estas maravilhosas árvores.
 
Coqueiros do Sul inscreveu ao todo quatro árvores neste Concurso, a quarta árvore, da propriedade da Sr. Ivone Dullius, que recebeu Menção Honrosa.
 
No ano que vem, esse Concurso seguirá, apenas com outra espécie da flora nativa de nossa região. Uma ótima iniciativa que vem chamar a atenção de todos para a necessidade de preservarmos o meio-ambiente para as gerações futuras.






O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.