menu
Notícias / Educação

Estudante de escola da 20ª CRE é homenageada em concurso de redação da Ajuris



Data de publicação: 10 de julho de 2023
Hora: 08:00h
Fotos: Arquivo Pessoal
Fonte: Ascom 20ª CRE



A estudante Giovana Salete Memlak, de 17 anos, foi homenageada na primeira edição do Prêmio da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris) de Redação nas Escolas. Giovana é aluna da Escola Estadual 20 de Setembro, de Caiçara, e foi orientada pelas professoras, Luciani Souchie e Jolcimari Thomazi.

Com o tema “Onde está a justiça em sua vida?”, o prêmio de redação tem o objetivo de estimular a reflexão sobre o papel da justiça no cotidiano.

Na última sexta-feira, 30 de junho, a jovem estudante foi homenageada durante uma cerimônia realizada no auditório da Escola da Magistratura, em Porto Alegre, por estar entre as 21 redações escolhidas pela comissão julgadora para serem publicados em um livro. Ao todo, mais de 287 inscrições de 118 escolas participaram do concurso. 

"Me sinto realizada por ter alcançado essa conquista, pois sempre me dediquei muito à escrita, à leitura, aos estudos. Esse reconhecimento é, sem dúvidas, muito importante tanto para mim como para minha família. É uma grande motivação para seguir acreditando nos meus sonhos e objetivos", disse a estudante.

A coordenadora da 20ª Coordenadoria Regional de Educação, Jogelci do Carmo, destacou a importância da conquista e ressaltou que a educação é o melhor caminho para o desenvolvimento de uma sociedade mais humana, igualitária e que conheça o papel da justiça em seu meio. 

“Com essa conquista, a Giovana representou todas as escolas da 20° CRE e nos orgulhou muito. Parabéns a ela, aos pais e à Escola 20 de Setembro”, disse. 

O diretor do educandário, Gessi Degregori, também demonstrou orgulho pela conquista e pela importância do tema. 

Na oportunidade, Giovana participou da sessão de autógrafos do livro lançado com a compilação das 21 redações escolhidas.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.