menu
Notícias / Comercial

Sicredi Região da Produção abre inscrições para o Fundo de Desenvolvimento Social 2023

Entidades sem fins lucrativos podem se cadastrar para receber recursos

Data de publicação: 23 de maio de 2023
Hora: 09:00h
Fotos: Sicredi
Fonte: Sicredi Região da Produção RS/SC/MG



Já estão abertas as inscrições para o Fundo de Desenvolvimento Social 2023 da Sicredi Região da Produção RS/SC/MG. O cadastro dos projetos de entidades sem fins lucrativos deve ser feito por meio do site www.sicredi.com.br/nacomunidade, onde também está disponível o regulamento. 

A iniciativa destina um percentual do resultado da cooperativa para projetos que visem à multiplicação do valor recebido para a entidade beneficiada, ou desenvolvimento, geração de renda e capacitação dos beneficiários, respeitando os seguintes eixos: empreendedorismo e inovação; sustentabilidade ambiental; educação; promoção da saúde coletiva; formação e sucessão; intercooperação e associativismo. O progresso das comunidades onde atua é uma das prioridades do Sicredi, instituição financeira cooperativa que conta com quase 7 milhões de associados e está presente em todos os Estados do país e no Distrito Federal. 

— A transformação gerada por meio desse recurso e o impacto causado na comunidade é muito significativo, e vem ao encontro do propósito da cooperativa, que é agregar renda e melhorar a qualidade de vida do associado e da sociedade. Além disso, é mais um exemplo de como o dinheiro investido na cooperativa volta não só para o associado, mas também para a sua comunidade —, destaca a analista de Programas Sociais, Simone Luiza Fritzen. 

O limite anual por projeto contemplado é de R$ 15 mil, sendo que cada entidade só pode ser contemplada uma vez no ano. Em 2022, a cooperativa destinou mais de R$ 700 mil para projetos de entidades. 







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.