menu
Notícias

Palmeira das Missões - Dois projetos em um dia: Formação Antirracista e Contação de Histórias



Data de publicação: 29 de novembro de 2022
Hora: 00:00h
Créditos: Victor Rozo
Fonte: 20ª Coordenadoria Regional de Educação



No decorrer do dia 24 de novembro, tanto no período matutino quanto no período vespertino, houve a realização de dois projetos dentro do espaço da 20a Coordenadoria Regional de Educação: A apresentação dos resultados do projeto de Formação Antirracista e o projeto Contação de Histórias.

Formação Antirracista

Em relação à Formação Antirracista, uma reunião, durante a manhã e nas plataformas virtuais, foi organizada para demonstrar o que cada escola desenvolveu durante o período do mês da Consciência Negra. As escolas, mais de 80 em seu número, enviaram seus programas para o Setor Pedagógico, os quais foram acompanhados pela chefia, Sirlei Martins, e pela assessora da Educação Antirracista, Vivian Oliveira. 

Durante a reunião online, algumas escolas apresentaram seus trabalhos. Entre eles, houve amostra de fotos, contação de histórias, estudos voltados a entender as diferentes regiões do continente africano e suas culturas, exibição de arte, entre outros. O projeto foi realizado entre alunos do primeiro ano do ensino fundamental até o terceiro ano do ensino médio e entre alunos do magistério.

A Educação Antirracista

Segundo a Secretária Estadual de Educação, o programa tem como objetivo inserir a pauta nas escolas e agregar uma série de ações para promover a equidade racial e valorizar a história e a cultura afro-gaúcha na matriz curricular dos estudantes. Outro propósito, é dispor de professores da rede estadual de todas as áreas do conhecimento para que utilizem referências africanas e indígenas de forma transversal aos componentes curriculares em sala de aula. Além disso, a equipe da Seduc também trabalha na formação do letramento racial, bem como sua atuação, considerando todas as áreas do conhecimento. Em 2022, foram realizados planejamentos pedagógicos para escolas. Posteriormente, os 30 coordenadores regionais de educação, a equipe pedagógica da Seduc, a Superintendência de Educação Profissional, além de professores, orientadores e supervisores também passaram pelo processo. 

A relevância, tanto em nível estadual quanto nacional e mundial, da pauta antirracista se vêm sido mostrada no correr de cada semana e iniciativas como esta iniciam o longo processo de quebrar as amarras de preconceito, atadas com tanta veemência por aqueles que vieram antes, e abre a oportunidade, nos mais jovens, de uma realidade limpa das manchas do racismo para todo o sempre.

Contação de histórias

Quanto ao projeto de contação de histórias, uma livestream foi transmitida no período da tarde, em parceria com a TV Palmeira. O evento foi organizado para os alunos do 1° a 5° ano do ensino fundamental, com abrangência de todas as escolas pertencentes a 20a CRE.

A organizadora do projeto e assessora do Ensino Fundamental Vicentina Jacques disse que: “A contação de histórias desperta na criança o seu lado lúdico, característica muito importante para seu desenvolvimento. É no lúdico que a criança abre a sua mente para a criatividade e o senso crítico. ”

Considerando o objetivo de proporcionar momentos de interação com alunos dos anos iniciais e auxiliar as crianças a entender o mundo a sua volta, o projeto atingiu a marca que esperava, vendo que ele transmitiu valores, estimulou emoções e proporcionou reflexões sobre valores da vida e convívio familiar e escolar.

Em ambos os projetos, a Coordenadora Regional de Educação da 20a CRE Jogelci de Carmo realizou a abertura dos eventos online, parabenizando as escolas pelo trabalho realizado e conscientizando a importância de se empenhar na pauta antirracista nas escolas. Assim como, a importância da leitura e da literatura já no início do ensino da aprendizagem.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.