menu
Notícias / Mundo

Mulher tem os rins roubados em hospital e exige órgãos de médico que fez a cirurgia como punição



Data de publicação: 18 de novembro de 2022
Hora: 09:30h
Fotos: REPRODUÇÃO/VÍDEO/HINDUSTAN NEWS
Fonte: Redação Agora no RS



Um médico foi acusado de remover cirurgicamente, sem nenhuma autorização, os rins de uma paciente na Índia. Agora, a vítima do crime quer os rins do médico como punição.


Sunita Devi, de 38 anos e moradora da cidade de Muzaffarpur, deu entrada em um hospital para retirar o útero, em 3 de setembro. Mas não se recuperou após a cirurgia e sua condição de saúde chegou a ser classificada como “crítica”.
Ao visitar um hospital local, Sunita Devi descobriu que não tinha mais rins, para horror dela e da equipe médica. Desde então, a vítima precisa fazer hemodiálise regularmente na mesma instituição médica.
Uma investigação policial revelou que o médico responsável pela suposta cirurgia criminosa e o dono da instituição médica onde o procedimento foi feito estão foragidos desde que a história se tornou conhecida na região.

A polícia informou ainda que a clínica não tem autorização para funcionar, e que as credenciais do médico podem ser falsas.
Sunita Devi, uma mãe de três filhos, passou então a exigir que os rins do médico sejam dados a ela, como punição para o crime e para ajudá-la a sobreviver. “Peço ao governo que prenda imediatamente o médico acusado de remover meus dois rins. Os rins dele devem ser dados a mim para transplante, para que eu possa sobreviver”, disse Sunita, em entrevista ao jornal India Times.

O caso está sob investigação, e policiais continuam as buscas pelos dois foragidos, segundo o jornal.

(Com informações do Portal R7)

 






O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.