menu
Notícias

Rondinha - Educação Fiscal é tema de entrevistas com gestores municipais



Data de publicação: 4 de maio de 2022
Hora: 09:06h
Fonte: AIP Rondinha



Educação fiscal é uma política pública que conjuga uma série de estratégias com intuito de fomentar a cidadania fiscal. Nesse sentido, pretende levar ao cidadão o conhecimento de como funciona a gestão dos recursos públicos, a fim de que a sociedade tenha ferramentas para ajudar no controle da arrecadação e na fiscalização da aplicação dos mesmos.

Cidadania fiscal é um conceito que está correlacionado à função social do tributo e abrange todas as pessoas que consomem algo, como contribuintes de tributos, pois eles estão embutidos no preço dos produtos. Assim, mesmo quem não tem um trabalho regularmente remunerado ou vive de doações, contribui com o pagamento de tributos ao comprar um pão ou um remédio, por exemplo, desde que seja emitida nota fiscal.

Neste sentido, o Município de Rondinha desenvolve o Programa de Educação Fiscal e o Nota Fiscal Gaúcha, através de diversas ações realizadas a nível municipal e a nível escolar como tema transversal integrado aos componentes curriculares. Destacamos a realização de duas ações realizadas por alunos da Escola Municipal de Educação Básica Francisco Mariano Braga, com o objetivo de conhecer as atribuições dos gestores municipais, como também sobre bens/serviços públicos e a origem e a aplicação dos recursos públicos. 

Estes assuntos foram abordados por meio de entrevista à Dirigente Municipal de Educação, Rejane Elisa Zorzi Schio, realizada no dia 02 de maio, na referida escola, pelos alunos da turma do 5º ano, do turno da tarde, coordenados pela Professora Maria Angela Da Silva Brancher.

E, no dia 03 de maio, no Gabinete Municipal, foi a vez do Prefeito Municipal, Aldomir Luiz Cantoni, e o Secretário Municipal da Fazenda, Tobias Vizzotto, dialogarem com os alunos da turma do 8º ano, do turno da manhã, orientados pela Professora Adria Regina Lunardi Agnolin.

Esta iniciativa das escolas fortalece o vínculo entre os cidadãos e os gestores municipais oportunizando conhecimentos e reflexões sobre o papel de cada ente federado e de cada um de nós, considerando a corresponsabilidade para a manutenção e a melhoria dos bens e serviços públicos.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.