menu
Notícias

Rondinha - Santa Missa de Despedida do Pároco Pe Moacir Calza e as boas vindas ao novo Pároco Pe.Valmir Baldo



Data de publicação: 5 de abril de 2022
Hora: 09:55h
Créditos: Fernando Luiz Concatto
Fonte: AIP Rondinha



A Celebração Eucarística foi em Ação de Graças pelos 4 anos da presença do pároco, Pe. Moacir Calza na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Rondinha.
 
Agradecer a Deus pelos dons que foram confiados ao Pe. Moacir nesta comunidade: sua dedicação, sua alegria, sua educação e paciência com todos. A Paróquia Nossa Senhora de Rondinha se alegra de tê-lo tido conosco. De uma forma bem especial, recordou-nos como é difícil ser um cristão autêntico nos dias atuais e exortou-nos a conhecer, praticar e preservar os rituais e mandamentos da Igreja em nossa vida cotidiana, e encorajou-nos para que fossemos missionários em nossos lares.
Durante a Missa, foram várias as homenagens prestadas por autoridades, movimentos e comunidades. As pessoas presentes na missa cumprimentaram e desejaram felicitações ao Padre que irá em sua nova missão.
 
A Paróquia agradece a dedicação do padre Moacir, e que Deus o abençoe, concedendo-lhes a graça de corresponder da melhor maneira àquilo que o Senhor tem reservado para eles na Igreja de Jesus Cristo. Já no domingo, dia 3 de abril de 2022, na Igreja Matriz com a participação da Comunidade da cidade e interior, representando as Capelas, pastorais, entidades, poder público e de Dom Rodolfo Webber Arcebispo da Arquidiocese Metropolitano de Passo Fundo e o Padre Mário Gazzoli Vigário da Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Rondinha.

. Durante o rito de posse, ocorreu a leitura da provisão de posse do novo padre que, mais tarde recebeu o Livro dos Evangelhos, a estola sacerdotal, as chaves do Sacrário e da paróquia, também o óleo utilizado no sacramento do batismo - símbolos que representam a atuação junto à comunidade, o serviço em favor da Igreja e seu papel na construção da evangelização e a responsabilidade de conduzir a Comunidade. Durante a homilia, Dom Rodolfo destacou a pessoa de Cristo como inspiração para o sacerdote e para a vida da comunidade. “A Palavra nos questiona: quem é Jesus Cristo? A resposta vem aos poucos, através das leituras, e descreve uma pessoa que ensina com autoridade. As pessoas ficavam espantadas e encantadas pelo seu modo de ser. Assim, a Palavra se tornou pessoa. Toda a teoria foi transformada em prática pelas ações de Cristo. A sua vida transformou o ensinamento em testamento”, enfatizou também a necessidade de a comunidade olhar para os ensinamentos de Cristo e acolher aquele que chega.

“O que significa a presença do padre em nossa vida paroquial e pessoal? O Senhor chama pessoas para a tarefa de ajudar a comunidade a vivenciar a missão. Deus continua chamando pessoas que emprestam a sua vida para falar das coisas do alto. O projeto de Deus é cuidar de nós hoje através de pessoas que ele escolhe e guia. Que sejamos sempre muito desejosos de ouvir a Palavra que o padre apresenta”, colocou. 

Em sua fala, o novo pároco Valmir Baldo, agradeceu a acolhida e indicou os recomeços como essenciais na vida do padre. “E pensando nisso, afirmo que qualquer idade e qualquer fase é tempo de recomeçar, se nos realizamos com aquilo que fazemos é porque, um dia começamos isso”, comentou e acrescentou, ainda, a importância da missão que assume em sua terra natal, “nossa vida é o resultado das escolhas que fazemos ao longo do caminho. Um dia fiz a escolha do sacerdócio e sabemos o que implica isso, assim aqui estou para trabalhar com essa comunidade que é também minha. Na caminhada da vida, tenho a certeza que Deus sempre nos acompanha e nos dá a capacidade de recomeçar. Estou aqui com alegria – não para tomar posse de algo, mas alguém para trabalhar e contribuir com cada um dessa comunidade. A Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Rondinha deseja boas vindas ao novo Pároco Padre Valmir Baldo da Congregação São Carlos,mais  conhecido por Padres Scalabrinianos.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.