menu
Notícias

Rondinha - Produtores devem apresentar seus talões até o dia 20 de março na Prefeitura



Data de publicação: 3 de fevereiro de 2022
Hora: 13:10h
Créditos: Joel De Brito
Fonte: DiárioRS



Colaboradora Camila Longhi Dalmás retorna ao setor

 

É de conhecimento local e regional, que Rondinha possui uma grande variedade de produção primária, sendo destaque a produção leiteira, a suinocultura e a produção de grãos em geral.

E para colaborar com o desenvolvimento econômico, principalmente para o retorno do ICMS, os produtores rurais necessitam realizar a declaração das vendas dos produtos, bem como a compra de insumos, equipamentos, máquinas, enfim tudo aquilo que permeia a produção primária do município. Esta ação é realizada junto ao setor de Talão de Produtor, localizado na Prefeitura Municipal.

Neste ano, o setor conta com o retorno da colaboradora Camila Longhi Dalmás, que possui mais de 4 anos de experiência e irá coordenar todo processo de cadastramento e atualização dos talões de produtor, que iniciou em janeiro e estender-se-á até dia 20 de março.

Camila explica que o cadastro e a atualização do talão de produtor, é fundamentalmente necessário, por isso é tão importante que os produtores apresentem o talão anualmente no referido setor na prefeitura

As informações colhidas através do talão do produtor, servem para o cálculo do índice de participação do Município no retorno do ICMS, fator importantíssimo no desenvolvimento econômico municipal”, afirma Camila.

Importante frisar que, os talões devem ser conservados pelo prazo de cinco exercícios completos, contados a partir da emissão de cada nota fiscal, acompanhado de todos os documentos a ele correspondente, para a exibição ao fisco, quando solicitado. O talão do produtor também é importante para fins de a aposentadoria e outros benefícios para o produtor, também para a manutenção dos serviços de energia elétrica.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.