menu
Notícias / Geral

Rondinha - Legislativo prevê devolução de dinheiro para o Executivo



Data de publicação: 10 de dezembro de 2021
Hora: 09:20h
Créditos: Joel De Brito
Fonte: DiárioRS



Os valores serão investidos na modernização da iluminação pública e na aquisição de combustíveis

 

Com austeridade e competência administrativa, a Câmara Municipal de Vereadores de Rondinha, sob a presidência do Vereador Eduardo Zorzi, com o empenho de todos os demais parlamentares e servidores, pretende devolver aos cofres do Município em 2021, o valor aproximado de R$100.000,00.

A intenção e devolução já foi dialogada entre o Presidente Eduardo e o Prefeito Aldomir Cantoni, sendo que ambos já têm alguns possíveis destinos para o valor.

De acordo com Eduardo, parte do valor será destinado para a modernização da iluminação pública em toda a extensão da Avenida Sarandi, ou seja, com determinado montante do valor que será devolvido, o Governo Municipal trocará as atuais as lâmpadas atuais, que são de vapor de sódio, por lâmpadas de LED de 150 Watts, que deixará a avenida ainda mais iluminada e bonita, além de gerar economicidade do município, visto que as lâmpadas de LED, consomem muito menos energia.

Outra parte dos recursos, possivelmente serão utilizados para a aquisição de óleo diesel para ser utilizado especialmente pela secretaria de obras para a manutenção e melhorando as estradas do interior.

Nós sempre buscamos cuidar do dinheiro público da melhor forma possível, por isso, trabalhamos pautado na economia e eficiência, para que pudéssemos devolver ao município o recurso não usado e, assim, colaborar na aplicação de políticas de atendimento à população”, destacou o Presidente do Legislativo.

 

ENTENDA A DEVOLUÇÃO: Os recursos do Poder Legislativo provêm de repasses que o Poder Executivo faz. Quando o valor não é gasto, por lei, as Câmaras são obrigadas a devolver o montante. No entanto, cada Câmara tem total autonomia para gastar 100% do valor caso julgue necessário, cabe então à Presidência de cada Câmara definir quais serão as prioridades e quanto será gasto pela instituição. Nessa devolução, por exemplo, a atual presidência optou por poupar gastos na Câmara e devolver dinheiro à Prefeitura para que a população seja beneficiada.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.