menu
Notícias / Geral

Sarandi - Acadêmicas iniciam estágio no Centro de Saúde Animal Prof. Guilherme

Estagiárias vão atender animais de pequeno e grande porte

Data de publicação: 5 de novembro de 2021
Hora: 08:20h
Fonte: Imprensa CESURG Sarandi



O Centro de Saúde Animal Prof. Guilherme - CSA conta com novas estagiárias que vão colocar em prática o aprendizado adquirido durante o curso de Medicina Veterinária do Centro de Ensino Superior Riograndense - CESURG. Onze acadêmicas que estão cursando entre o segundo e o décimo semestre do curso iniciaram as suas atividades recentemente. Quatro delas estão atuando na Clínica de Grandes Animais e sete na Clínica de Pequenos Animais. 

Na Clínica de Grandes Animais, as estagiárias vão acompanhar o manejo de equinos e ovinos, participar da elaboração das pastagens, organizar materiais para as aulas práticas de clínica médica de equinos ortopedia e reabilitação e realizar curativos. Rômulo Oliveira Fernandes, coordenador da clínica, afirma que a realização do estágio é importante para a formação acadêmica, já que as alunas acompanham a rotina clínica e de manejo dos animais que estão internados, o que possibilita correlacionar com a teoria que é passada em aula. “Além da aprendizagem prática, também é importante formar um time unido e que trabalha em equipe, pois cada uma tem a sua responsabilidade para alcançar os objetivos traçados”, ressalta o coordenador.

Cursando o oitavo semestre do curso de Medicina Veterinária, Karolini de Quadros é uma das estagiárias que está atuando na Clínica de Grandes Animais. Ela afirma que a experiência teórica que o CESURG proporciona, aliada a orientação dos profissionais que trabalham na clínica e a troca de informações com os colegas tem sido essencial para o seu aprendizado. “No estágio conseguimos visualizar a profissão na prática, os desafios dos casos clínicos, a evolução e melhora dos pacientes”, relata a acadêmica. 

Já na Clínica de Pequenos Animais a demanda de trabalho cresce a cada dia. Entre os serviços que a clínica oferece estão: cirurgias, castrações, consultas veterinárias, exames de raio x e ultrassonografias. De acordo com o diretor do CSA, Rafael Pandolfi, tanto no setor de pequenos animais, quanto no setor de grandes animais, os acadêmicos têm à disposição uma estrutura capaz de receber, diagnosticar e tratar as principais patologias das espécies, possibilitando uma relação próxima do animal e do tutor.  “Além de estrutura, o acadêmico tem um contato direto com o docente responsável do setor, o que amplia ainda mais a sua capacidade de discussão e entendimento de determinada patologia, fazendo com que tenha uma experiência completa de ensino teórico e prático”, afirma o diretor. 

A acadêmica do quarto semestre do curso de Medicina Veterinária, Érica Tonello, veio para somar no time do CSA. Esse é o primeiro estágio da jovem e ela está atuando na área de internação da clínica. “Cada paciente que está passando por mim deixa um pouco da sua história, sempre acrescentando para minha evolução pessoal e profissional. Com certeza vou ser uma veterinária melhor com esse estágio”, afirma Erica. 

Segundo o diretor do CSA, os estágios extracurriculares proporcionam ao acadêmico uma formação diferenciada desde os primeiros semestres do curso, uma vez que ele consegue vivenciar a rotina veterinária, aprendendo com os seus professores as diferentes formas de tratamento de uma mesma enfermidade ou afecção, e principalmente gerando a discussão acadêmica sobre os casos clínicos, cirúrgicos e laboratoriais. “Isso faz com que tenhamos profissionais cada vez mais experientes e aptos a ingressarem no mercado de trabalho”, ressalta Rafael. 

 







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.