menu
Notícias / Geral

Rondinha - Setembro Amarelo: Todos pela vida!



Data de publicação: 2 de setembro de 2021
Hora: 08:25h
Créditos: Joel De Brito
Fonte: DiárioRS



Município e CICAR desenvolvem ações de prevenção ao suicídio e de valorização da vida

O mês de setembro é marcado pela campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio, conhecido como SETEMBRO AMARELO e o município de Rondinha, como ocorre há muitos anos, projetou algumas ações de conscientização sobre e prevenção ao suicídio.

Neste mês, o Governo Municipal, com adesão de todas as secretarias municipais e em parceria com a CICAR, irá realizar a otimização dos espaços públicos, através da divulgação de cartazes com orientações para a população, no que tange a prevenção ao suicídio e valorização da vida. A CICAR, por sua vez, irá realizar uma campanha especial com os associados e comércio em geral sobre a importância do tema supracitado.

 

UM INIMIGO INVISÍVEL

As razões podem ser bem diferentes, porém muito mais gente do que se imagina já pensou em suicídio. Mas, acreditem, em muitos casos é possível evitar que esses pensamentos suicidas se tornem realidade.

Durante muito tempo, falar sobre suicídio foi um tabu. Havia medo de se falar sobre o assunto, mas esta barreira está sendo derrubada e informações ligadas ao tema passaram a ser compartilhadas com mais frequência, possibilitando que as pessoas possam ter acesso a recursos de prevenção.

FALAR É SEMPRE IMPORTANTE

A ajuda pode vir de um amigo, parente, colega de trabalho ou escola, professores, ou alguém que está próximo a quem precisa. Se você está com problemas de depressão, pensamentos negativos ou conhece alguém que precisa de ajuda, em Rondinha procure ajuda através dos fones e Whatsapp: UBS Centro 54 3365 1162; Hospital Pe. Eugênio 54 3365 1192.






O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.