menu
Notícias / Saúde

Covid-19: Sete milhões não voltaram para tomar a 2ª dose, diz Queiroga

Ministro da Saúde afirmou que o problema não está relacionado com a falta de vacinas

Data de publicação: 11 de agosto de 2021
Hora: 10:10h
Fotos: Myke Sena / MS / CP
Fonte: R7



O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou, nesta terça-feira, que sete milhões de pessoas não retornaram na data prevista para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. O número equivale a 6,4% dos mais de 108 milhões que já receberam a primeira aplicação. 

“(Há) um esforço hercúleo que todos nós fazemos para conseguir vacina para a população brasileira, então não justifica que as pessoas não busquem a segunda dose, pois ela não está faltando. A imunização só estará completa com a segunda dose da vacina”, disse o ministro durante o lançamento da campanha nacional para a prevenção da obesidade infantil, em Brasília. 

Além disso, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou que cerca de 2.300 alunos bolsistas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) serão vacinados para que possam voltar às atividades fora do país.

Neste sentido, o ministro da Saúde destacou a importância destes estudantes retornarem para o Brasil após concluírem suas qualificações. "É uma ação muito importante pois precisamos qualificar nossos recursos humanos, não só na área da saúde, mas em todas as áreas. A Capes é um grande patrimônio do Brasil e esses bolsistas vão se qualificar e vão retornar, nós não queremos exportar nossos cérebros, eles ficam aqui para produzir tecnologia de ponta", disse.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.