menu
Notícias / Saúde

Secretaria da Saúde distribui 600 mil doses de vacinas contra a gripe para as coordenadorias regionais

As vacinas serão enviadas pelas CRSs aos municípios para intensificar a imunização preferencial de idosos, gestantes e crianças.

Data de publicação: 16 de julho de 2021
Hora: 08:15h
Fotos: Divulgação SES
Fonte: Ascom SES



Representantes das 18 Coordenarias Regionais de Saúde (CRSs) começaram a retirar, na manhã desta quinta-feira (15/7), lotes de vacinas contra a gripe que chegaram à Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), em Porto Alegre, na quarta-feira (14/7).

As vacinas serão enviadas pelas CRSs aos municípios para intensificar a imunização preferencial de idosos, gestantes e crianças. Esse lote faz parte das 1.180.000 vacinas que o Ministério da Saúde precisavam enviar ao Estado para cumprir as etapas da campanha de vacinação contra a influenza. Na próxima semana deve chegar o último lote desta campanha, com 580 mil doses.

Idosos, gestantes e crianças são grupos considerados mais vulneráveis para o agravamento da doença, com risco de complicações, internações e óbitos, por isso a vacinação desses públicos está sendo intensificada no Estado.

A diretora da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul, Denise Chaves, alerta que a gripe é uma doença altamente contagiosa e que a vacina é a melhor forma de prevenção. “Essa infecção, ao contrário do resfriado comum, pode se tornar uma doença grave nas crianças pequenas, idosos, gestantes ou em qualquer paciente que já tenha alguma doença de base”, afirma.

VACINAÇÃO NOS PÚBLICOS PREFERENCIAIS

Idosos (pessoas com mais de 60 anos)

• População estimada – 2.143.707
• Doses aplicadas – 1.464.123
Cobertura vacinal – 68,3 %

Gestantes e puérperas

• População estimada – 117.541 mulheres
• Doses Aplicadas – 60.218 em gestantes e 10.436 em puérperas
Cobertura vacinal – 59,8% em gestantes e 62,9 % em puérperas

Crianças

• População estimada – 765.827
• Doses aplicadas – 538.173
Cobertura vacinal – 63,5%

A campanha de vacinação contra a gripe deste ano começou em 12 de abril, com a previsão de imunizar 5.013.082 pessoas no Rio Grande do Sul.

Vacinação contra Covid-19 e gripe

É preciso manter um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas da gripe e da Covid-19, independentemente da ordem.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.