menu
Notícias / Polícia

Mulher simula dor abdominal para ser levada até hospital e denunciar cárcere privado no RS, diz BM

Companheiro foi preso preventivamente. Segundo a Brigada Militar, mulher disse que, desde a última sexta-feira (2), era agredida e abusada sexualmente pelo companheiro em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Data de publicação: 5 de julho de 2021
Hora: 08:30h
Fotos: Reprodução/RBS TV
Fonte: Alfredo Pereira, RBS TV



Uma mulher simulou uma dor abdominal para poder ir até um hospital relatar que estava sendo mantida em cárcere privado pelo companheiro, na noite deste domingo (4), em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre, segundo a Brigada Militar (BM). O homem foi preso.

De acordo com a polícia, durante o atendimento, a mulher teria contado a uma enfermeira que estava sendo mantida em cárcere privado desde a última sexta-feira (2) e que, além disso, o companheiro ameaçou ela e os filhos de morte e tirou o chip do celular. Ela ainda relatou que estava sendo agredida e abusada sexualmente.

A profissional de saúde chamou a Brigada Militar. O companheiro, que estava no saguão do local esperando pela mulher, foi detido e levado até a delegacia.

O homem foi preso preventivamente pelos crimes de abuso sexual, lesão sexual, ameaça e cárcere privado. Ele já tinha antecedentes criminais por roubo e tráfico de drogas.

A mulher vai receber um medida protetiva contra o companheiro.






O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.