menu
Notícias / Saúde

Vacina da Pfizer é 100% eficaz em adolescentes de 12 a 15 anos

No ensaio com 2.260 voluntários teve 18 casos de infectados no grupo que recebeu de placebo e nenhum em quem recebeu vacina

Data de publicação: 31 de março de 2021
Hora: 08:25h
Fotos: BRENDAN SMIALOWSKI/AFP - 18.03.2021
Fonte: R7, Reuters



A Pfizer e a BioNTech informaram nesta quarta-feira (31) que a vacina contra a covid-19 produzida por eles é segura e eficaz em crianças de 12 a 15 anos. Além disso, o teste mostrou que os voluntários tiveram uma grande resposta na produção de anticorpos. 

A partir de agora, a Pfizer vai entrar com pedido de uso emergencial nos Estados Unidos e espera que as vacinações do grupo possam começar antes do próximo ano letivo, disse Albert Bourla, presidente e executivo-chefe da Pfizer, em um comunicado.

A vacina da Pfizer já está autorizada para uso em pessoas a partir dos 16 anos. O novo estudo oferece a primeira evidência de como a vacina também funcionará em adolescentes em idade escolar.

No ensaio de 2.260 adolescentes de 12 a 15 anos, aconteceram 18 casos de covid-19 entre os 1.129 participantes que receberam um placebo e nenhum entre os 1.131 voluntários que receberam a vacina. O que resulta em 100% de eficácia na prevenção da doença, as empresas disseram em um comunicado. Os dados da pesquisa clínica ainda não serão revisados ​​por pares. 

A vacina foi bem tolerada, com efeitos colaterais semelhantes aos observados entre aqueles com idade entre 16 e 25 anos no teste de adultos. Não listou os efeitos colaterais para o grupo mais jovem, mas os efeitos colaterais do ensaio em adultos geralmente foram leves a moderados e incluíram dor no local da injeção, dores de cabeça, febre e fadiga.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.