menu
Notícias

Três Palmeiras - Programa União Faz a Vida inicia atividades 2021



Data de publicação: 26 de janeiro de 2021
Hora: 14:40h
Fonte: Sicredi Região da Produção RS/SC/MG



A Sicredi Região da Produção RS/SC/MG tem sido parceira da Secretaria de Educação de Três Palmeiras/RS há dezoito anos, atuando no município com o Programa A União Faz a Vida (PUFV).

Para reforçar esse compromisso com o desenvolvimento da comunidade escolar e pensando no futuro dos jovens, está acontecendo uma reestruturação da metodologia de avaliação nas escolas – demanda que surgiu do grupo de professores, em reflexões realizadas no ano de 2020.

Construção coletiva de uma nova metodologia de avaliação escolar

No dia 20 de janeiro, os professores e gestores escolares reuniram-se para iniciar o trabalho e conhecer a ferramenta que servirá como sistematização de toda trilha de aprendizagem. A nova proposta é trabalhar a Avaliação Mediadora, onde deixam de ser consideradas as tradicionais “notas” e passa a valer a forma qualitativa da vida escolar do aluno, desde o primeiro dia de aula.

Essa nova versão traz a possibilidade, por exemplo, de uma construção entre alunos e professores, que juntos irão identificar as possibilidades e construir novos formas de aprendizagem.

Para a coordenadora local, Ana Claudia de Oliveira, 2021 será um ano especial, visto que vem de uma sequência de um ano de grandes aprendizados, sobretudo, no que diz respeito ao ensino híbrido. “Esta parceria com o PUFV e a SMEC nos ensina muito sobre o respeito à individualidade de cada aluno. E esta nova construção é muito importante, pois nos permitirá avaliar o estudante como um todo ao longo do seu processo de construção do conhecimento”, ressaltou.

Para a professora Lenir de Vargas, coordenadora pedagógica da SMEC, quebrar paradigmas de avaliação é um grande desafio, porém necessário e pertinente ao momento atual vivido em educação em todo país com a implementação e implantação da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), RCG (Referencial Curricular Gaúcho) e RCM (Referencial Curricular Municipal), que trazem novas formas de buscar e produzir conhecimento. Diante disso, a avaliação passa a integrar o processo de educação de crianças e jovens com uma visão de formação integral e estudantes autônomos no contexto social inseridos”, explicou.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.