menu
Colunas

O fantástico mundo do faz de conta. Por Leomir Hendges


Data de publicação: 5 de outubro de 2013
Coluna: Leomir Hendges
Colunista: Leomir Hendges



 


Aqui tudo é possível. A impossibilidade é inexistente no vocabulário. O tempo não passa, e a juventude permanece. O uso de bebidas, comida, drogas ou qualquer outra substância, mesmo em excesso, não causa consequências agravantes na saúde dos consumidores. Varizes e estrias não fazem parte das belas pernas, que em conjunto com um formoso par de seios, incrivelmente simétricos, grandes e durinhos, compõem o corpo escultural de verdadeiras beldades de pura beleza. E não precisa muito para isso, apenas usar determinado perfume e a magia começa.


Você pode consumir bebida alcóolica em acesso, sua feição sempre será de alegria. Não terá dificuldades para andar e falar, engraçado, o álcool apenas lhe traz a sensação de prazer e felicidade, a tontura neste mundo não acontece.  Aquela barriguinha de cerveja? Imagina! Você pode inclusive comer alguns hambúrgueres a mais e deliciar-se com guloseimas e chocolates, você está no fantástico mundo do faz de conta, lembra?


Não precisa preocupar-se com o trabalho no dia seguinte. Aliás, você nem precisa trabalhar, de forma mágica todos tem dinheiro e tempo sobrando. Afinal aqui não há problemas, apenas soluções. Tudo é fácil de resolver. Pena que quando desligamos o botão esse mundo acaba e a realidade retratada a pouco na tela está longe de ser real.


Você estava no fantástico mundo do faz de conta da propaganda. E como publicitário, preciso lhe informar que o único interesse do comercial, anúncio, ou seja lá o que você acabou de ver ou ouvir de determinado produto, é vender e obter lucro com isso. Manipulam a realidade e inventam um mundo fantástico que está nas nossas fantasias. Persuadidos investimos o que temos e não temos para conquistar não o produto, mas aquilo que ele insiste em dizer que proporcionará.


Viver pelos nossos sonhos é algo que defendo e busco incessantemente todos os dias. Mas não esqueça que a publicidade fabrica um mundo utópico e vende fantasias. Na realidade, que é onde vivemos, o excesso vai trazer gordurinhas indesejáveis, o tempo passa e a juventude é apenas uma etapa. Até onde sei, todos os shampoos dão espuma, então, não perca tempo, muito menos dinheiro, na próxima vez que for comprar um. Você é você, e nunca vai ser uma Gisele Bündchen só por usar aquele shampoo do comercial.




Por - Leomir Hendges


DiárioRS


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.



P6290513 P6290513
P6290513
P6290484