Search
Close this search box.

Passo Fundo – Comissão de Prevenção de Quedas no HCPF promove atividade lúdica com equipes assistenciais

As fraturas ocasionadas pelas quedas são responsáveis por cerca de 70% das mortes de pessoas acima dos 75 anos. Seja em casa ou no ambiente hospitalar, algumas ações auxiliam na segurança do paciente e na prevenção de quedas.

O dia 24 de junho foi marcado como o Dia Mundial de Prevenção de Quedas pela OMS. Naquela semana, as equipes assistenciais do Hospital de Clínicas de Passo Fundo foram convidadas a participar de uma atividade com a proposta de informar e reforçar o cuidado.

Através de quebra-cabeças em formato de pizza, as equipes montaram cada desenho contendo as informações corretas. “Em comemoração a data e com o objetivo de alertar sobre fatores de risco e prevenção, a Comissão de Prevenção de Quedas do HCPF desenvolveu uma atividade lúdica. Através de uma forma simples e dinâmica, os colaboradores puderam resgatar dicas de segurança, as principais precauções e cuidados que a prevenção de quedas exige.” explicou Débora Cherobini, integrante da comissão responsável pela atividade.

Condições como fraqueza muscular, problemas de equilíbrio e visão comprometida podem aumentar o risco de quedas, seja em ambiente hospitalar ou na sua própria casa. Por isso, a prevenção e conscientização é fundamental. Vamos relembrar algumas orientações da equipe:

– Realizar exercícios específicos para fortalecer os músculos das pernas e melhorar a coordenação motora.

– Usar calçados com sola antiderrapante e evitar chinelos ou sapatos que não ofereçam suporte adequado.

– Remover obstáculos como tapetes soltos, fios soltos e móveis mal posicionados.

– Instalação de corrimãos em escadas e barras de apoio em banheiros.

– Usar bengalas, andadores ou outros dispositivos auxiliares para melhorar o equilíbrio

Créditos:

Natieli Batistela

Fotos:

Equipe | Divulgação

Fonte:

Comunicação Social - Hospital de Clínicas

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.