Search
Close this search box.

Chegada do frio deve elevar o risco de hipotermia nas zonas de enchente do RS

Previsão é de que as temperaturas comecem a baixar na segunda-feira. Na madrugada de quinta-feira, pode fazer até 5°C na Região Metropolitana

A chegada de uma massa de ar frio de forte intensidade no Estado deve derrubar a temperatura na casa dos 5°C nas regiões mais afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul. Como consequência, a temperatura das águas também deve baixar bastante, criando mais um obstáculo nos resgates às vítimas e nos trabalhos de reconstrução do RS, que é o risco de hipotermia para quem estiver exposto e sem proteção.

De acordo com a Metsul, o ar frio de maior intensidade começa a chegar nesta segunda-feira, marcando o fim de um outono com marcas acima da média para o período. A tendência é que os termômetros registrem marcas bastante baixas nas próximas duas ou três semanas. Na Grande Porto Alegre, por exemplo, pode fazer entre 5°C a 7°C na madrugada de quinta-feira. Na segunda metade do mês, novas frentes frias devem se repetir.

Com tais condições, cresce muito o risco de hipotermia, quando a temperatura do corpo fica abaixo dos 35°C, geralmente em função da exposição ao frio intenso. Além das equipes que trabalham nos resgates ou em funções que não prescindem da entrada na água, a Metsul alerta também sobre o risco para as vítimas das cheias alojadas em abrigos ou alojamentos temporários. Neste contexto, torna-se ainda mais necessária a doação de cobertores e agasalhos para minimizar os problemas.

Fotos:

Mauro Schaefer

Fonte:

Correio do Povo

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.